Acordo do Barradão pode “furar”

As negociações, sem alarde, evoluíram e ficou definido que o Vitória iria liberar o estádio Manoel Barradas para jogos do Bahia na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, com a participação direta da Petrobras. Só que o acordo vazou para a imprensa, com informações desencontradas, que resultaram numa nota oficial da estatal que pode melar um acordo que o presidente do Esporte Clube Vitória, Alex Portela, também em Nota Oficial, admite existir.

Como, de que forma ou maneira a Petrobras poderia ajudar o futebol da Bahia, e não diretamente o Bahia ou o Vitória, era o que vinha sendo discutido, nos bastidores, para evitar justamente o que aconteceu. Os valores, a forma e o acordo, da forma que foi divulgado, provocaram polêmicas e dura declaração do gerente de Comunicação Institucional da Petrobras para o Nordeste, Dacles Andrade.

“A empresa não pode fazer “uma vírgula” do que foi divulgado pela imprensa. O que pretendemos, ainda está em fase de discussão, são ações promocionais para clientes da BR-Distribuidora, como a compra de mil ingressos por jogo durante cinco anos, tanto no Barradão quanto no Estádio de Pituaçu, para clientes que assistiriam aos jogos em espaço reservado nos estádios e com publicidade da empresa”.

De imediato, para preservar o clube e até mesmo as negociações, o Vitória publicou Nota Oficial no site do clube, www.ecvitoria.com.br, assinada pelo presidente Alex Portela Filho, dando a versão dos dirigentes com relação às informações divulgadas pela imprensa, admitindo que existe em andamento negociações visando a participação do Vitória em uma ação promocional de longo prazo, tendo recebido nesta semana um convite para analisar sua participação nessa promoção que deverá ser estendida a outros clubes, que não existem definições quanto ao prazo total dessa ação, nem em relação aos valores envolvidos e nem está estabelecido nenhum cronograma de desembolso, e completa: “As partes entendem que a cessão do estádio para alguns jogos da Série B em 2008 valorizaria essa ação promocional e serviria como fator motivador para aprovação do projeto.
A diretoria do Vitória esclarece ainda que apesar de a maioria da torcida do clube já ter se manifestado em recente pesquisa promovida pela internet favorável ao aluguel do Barradão, se isto representasse consideráveis investimentos financeiros no clube, nenhuma decisão será tomada sem um amplo debate entre diretores, conselheiros e lideranças das nossas torcidas”, assina Alexi Portela Júnior. Com informações da Tribuna da Bahia Estréia – O coletivo da quarta-feira, 27, no Barradão, indica a possível estréia do argentino Mariano Trípodi já contra o Ipatinga. “Conversei com ele, que me disse que está bem e quer ajudar. É provável que seja relacionado”, revelou Mancini, que não poderá contar com o suspenso Rodrigão.

Jogando em casa, o esquema deverá ser mais ofensivo. Marquinhos, totalmente recuperado de lesão na virilha, está confirmado, mas ainda não sabe quem será seu companheiro. No treinamento, Adriano começou como titular, mas logo deu lugar a Trípodi. Osmar, que chegou com moral, ainda não encontrou sua melhor forma e ainda nem foi testado na equipe principal.

Outra novidade é a entrada de Carlos Alberto no lugar do muito criticado Marco Aurélio. Ontem, ele foi titular o tempo todo e o sonho da torcida rubro-negra de ver mudança na posição parece estar se realizando.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*