Bahia e Vila Nova empatam no Serra Dourada

O reencontro entre Vila Nova e Bahia terminou empatado em 1 a 1. Foi o quinto empate do time tricolor na competição que agora soma 14 pontos. Enquanto O Vila Nova empatou a segunda no campeonato, as duas ocasiões no Serra Dourada. O time goiano manteve a invencibilidade em casa e agora tem 18 pontos se mantendo na quinta colocação. Mas o time goiano perdeu uma a oportunidade de entrar no G-4, grupo das equipes que ascendem à Série A.

O Bahia tem mais uma difícil missão fora de casa, sábado dia 19 de julho, às 16h10, encara o líder Corinthians no Pacaembu, em São Paulo. Enquanto o Vila Nova permanece em Goiânia para enfrentar o Santo André na próxima sexta-feira, às 20h30, no Serra Dourada.

O Bahia jogou melhor o primeiro tempo e conseguiu abrir o placar aos 15 min com Fauto. Mas no segundo tempo, O Vila Nova se recuperou e conseguiu empatar aos 9 min com Bruno Batata. O time tricolor esteve mais perto de chegar ao segundo gol e pressionou a equipe alvirrubra nos 20 min finais de jogo.

O Bahia começou como um visitante incômodo e logo aos 2 min chegou primeiro ao ataque com um chute de Galvão, de dentro da grande área, mas o goleiro Max defendeu. O Vila Nova respondeu, mas sem levar muito perigo ao gol de Darci. O Bahia seguiu partindo para cima do anfitrião e aproveitava os espaços nas laterais do campo, principalmente com Ávine.

O time goiano chegou com perigo no chute do atacante Batata que Darci espalmou e Alison afastou o perigo. No entanto, foi o Bahia que aos 15 min sacudiu as redes em cobrança de falta. Elias jogou a bola no segundo pau e Fausto escorou de leve, 1 a 0 para o tricolor. A equipe alvirubra tentou empatar 5 min depois quando Osmar cruzou na área, mas Darci saiu de soco para tirar a bola.

O Vila Nova continuava tentando chegar pela lateral direita por meio dos cruzamentos de Osmar que tentava encontrar o atacante Túlio. Mas foi o volante Fernandinho que levou perigo com um chute na trave do Bahia. O time baiano trabalhava melhor a bola no meio-de-campo e se arriscava no ataque somente quando tinha a posse da redonda.

Aos 34 min, Marcone invadiu a grande área pelo lado direto e saltou a bomba, para Max espalmar e salvar o time goiano. O Vila teve maior volume de jogo no primeiro tempo, mas não soube transformar o predomínio em jogadas reais de gol.

Como era esperado, o Vila Nova começou o segundo tempo atrás do empate chegando com mais freqüência ao ataque. Mas o Bahia levou mais perigo primeiro, num contra-ataque Marcone desceu pelo lado direito cruzou para Galvão cabecear, mas o goleiro Max estava atento e encaixou a bola no meio do gol.

Em cobrança de falta do time goiano aos 8 min, Darci saltou a bola no meio da área, mas a zaga conseguiu afastar. No entanto, o Vila conseguiu o empate com o atacante Batata que recebeu o passe na grande área e sentado ainda conseguiu chutar para o funo das redes de Darci, igualando o placar.

O Vila cresceu ainda mais no jogo após o gol e insistia nas jogadas de bola cruzada na área do Bahia. Mas o time tricolor respondeu aos 20 min com a arrancada de Fausto que tocou para o atacante Paulo Roberto, que substituiu Charles. O atacante tirou do zagueiro e chutou no canto e Max conseguiu se esticar, mandando a bola para escanteio e evitou o segundo gol do Bahia.

A partir dos 25 min o time baiano conseguiu equilibrar o jogo tendo uma maior posse de bola e chegando com mais freqüência no ataque. Mas apesar da pressão não conseguiu marcar o gol do triunfo.

VILA NOVA
Max; Osmar, Carlinhos e Luís Carlos; Fernandinho, Heleno, Alisson, Reinaldo e Alex Oliveira(Amaral); Bruno Batata e Túlio.
Técnico: Givanildo Oliveira

BAHIA
Darci; Marcone, Cléber Carioca e Alisson; Ávine, Fausto, Emerson Cris, Rafael e Elias (Adílson); Charles (Paulo Roberto) e Galvão.
Técnico: Arturzinho

Data: 11/07/2008
Local: Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e João Antonio Sousa Paulo Neto (DF).
Cartões amarelos: Alex Oliveira,Heleno, Osmar, Alison, Emérson Cris, Rafael, Cléber Carioca
Cartão Vermelho: Luís Carlos

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*