Lanterna quebrou a banca do Vitória

A euforia pela goleada de 4 a 1 diante do Figueirense acabou. Ontem à tarde, no estádio Ipatingão, o Vitória voltou à sua dura realidade na Série A do Campeonato Brasileiro ao perder por 2 a 0 para o Ipatinga, até então lanterna da competição. Com a segunda derrota na competição, a equipe do técnico Vágner Mancini caiu para a 12º colocação com quatro pontos conquistados.

A equipe do Vitória teve uma apresentação completamente diferente daquela da última semana. Sem tranqüilidade, os jogadores não conseguiram sequer tocar bem a bola. “Não sei o que pode acontecer com o time para depois da goleada contra o Figueirense fazer uma apresentação tão desastrosa como essa”, afirmou cabisbaixo o presidente do clube, Jorge Sampaio.

O time até que começou jogando bem. Dominava o jogo, chegava mais ao ataque, mas não aproveitou as oportunidades. Até que em uma falha da zaga, o zagueiro do Ipatinga Renato, aproveitou o cruzamento de Rodriguinho e abriu o placar aos 11 minutos do primeiro tempo.

A partir daí o Ipatinga, em busca de seu primeiro triunfo na Série A do Brasileiro, passou a se defender. Mais uma vez, o Vitória voltou a ter o domínio do jogo, mas atacava de forma desorganizada e terminou a primeira etapa na desvantagem.

Mancini ainda tentou mexer na equipe. Muriqui e Ramon entraram no lugar de Jackson e Ricardinho, respectivamente, mas em campo nenhuma mudança significativa. A última cartada foi dada com a entrada do atacante Rodrigão no lugar do volante Renan.

Mas o dia não era mesmo do Vitória. A equipe não soube nem aproveitar a vantagem numérica. Aos 30 minutos do segundo tempo, Augusto Recife foi expulso depois do segundo cartão amarelo. Dez minutos antes, Jackson (esse do Ipatinga) também havia recebido o cartão vermelho.

Mas, com dois jogadores a mais em campo, o Vitória desperdiçou as oportunidades. O empate não saiu nos gols, mas no número de cartões. Aos 44 minutos, Vanderson e Leonardo foram expulsos. “Não poderia faltar tranqüilidade a um time tão experiente como esse”, desabafou Jorge Sampaio.

Com o apoio do seu torcedor e aproveitando a desorganização do Vitória, o Ipatinga ampliou o placar já nos acréscimos. Aos 47 minutos do segundo tempo, Adeílson recebeu um cruzamento de Gérson Magrão e chutou na saída de Viáfara para fechar o placar. – Tribuna da Bahia

IPATINGA
Fred; Mariano, Renato, Gian e Rodriguinho; Augusto Recife, Marcelo Costa (Leandro Salino), Gerson Magrão e Jackson; Neto Baiano (Tiago Vieira) e Ricardinho (Adeilson)
Técnico: Giba

VITÓRIA:
Viáfara; Marco Aurélio, Leonardo Silva, Anderson Martins e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan (Rodrigão), Ricardinho (Ramon) e Jackson (Muriqui); Marquinhos e Dinei.
Técnico: Vágner Mancini.

Data: 1º/06/2008
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Cartões amarelos: Marco Aurélio, Marcelo Costa, Vanderson, Leonardo, Anderson Martins, Viáfara
Cartões vermelhos: Jackson, Augusto Recife, Vanderson, Leonardo SilvaOutros resultados deste domingo
Coritiba 1 x 1 Cruzeiro
Santos 0 x 0 São Paulo
Náutico 3 x 0 Botafogo
Palmeiras 1 x 0 Atlético-PR
Atlético-MG 2 x 0 Portuguesa
Fluminense 0 x 1 Flamengo
Veja aqui a classificação após a rodadaCom estes resultados o Vitória caiu para 12º colocação

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*