Vitória oferece R$ 250 mil por Rafael

A instabilidade dos goleiros do Vitória continua sendo a dor-de-cabeça de Mancini. Tanto Ney, como também França não convenceram. O torcedor rubro-negro também tem queixas de ambos, principalmente a França. O ex-intocável Ney, sacado do time há três jogos, está pronto para começar o Brasileiro como titular, amanhã, no Barradão, contra o Cruzeiro. Pelo menos essa é a tendência. Enquanto isso, o novato colombiano Víafara é preparado pelo treinador de goleiros Eduardo Andrade.

Ney era o titular absoluto. Com a chegada de Vágner Mancini, começou a ser observado. Em seis jogos, um pela Copa do Brasil, contra o Paraná, tomou 16 gols. Nove nos empates de 4×4 e 5×4, contra o Feirense e o Vitória da Conquista, respectivamente. A derrocada, entretanto, aconteceu na goleada diante do Bahia, por 4×1, quando ele falhou no quarto gol marcado por Rogério.

A partir daí, França assumiu. Foi bem nos 3×0 sobre o Bahia, comprometeu na partida seguinte nos 3×1, para o Vitória da Conquista, ao falhar nos dois gols iniciais de Artur e Rafael. Na final do campeonato, domingo passado, França sofreu o gol de pênalti, na vitória por 5×1.

O “suspense” entre a volta de Ney e a manutenção de França foi provocado no coletivo tático realizado ontem no escorregadio campo n02, do CT do Barradão. Mancini costuma escalar no time titular quem vai começar jogando e esse foi o caso de Ney. França treinou entre os reservas. “De fato não está definido quem vai no gol e até sábado (amanhã) vai ser escolhido um, claro”, retrucou. Até Víafara não está descartado, despistou. O compatriota de Higuita, no entanto, é o único dos novos que não está relacionado entre quem concentra.

R$ 250 mil por Rafael

Até segunda-feira, o presidente do Vitória da Conquista, Ederlane Amorim, ficou de responder ao Vitória sobre Rafael. O rubro-negro ofereceu R$ 250 mil, a contraproposta foi de R$ 300 mil. Vários clubes pretendem Rafael, entre eles o Atlético Paranaense, e se o Vitória da Conquista não fechar negócio, o jogador virá para o Leão.

O clube não tem mais interesse em Valmir, do Palmeiras, por ter a mesma característica de Marcelo Cordeiro. O presidente Jorginho Sampaio admitiu ser difícil os retornos de Apodi e Leandro Domingues, brigado com o Cruzeiro.

Marquinhos não treinou ontem. Na defesa, o novato Marcelo Cordeiro estreará pela lateral-esquerda; e Willans Santana será, mais uma vez, improvisado na direita. O time provável: Ney; Willans Santana, Leonardo Silva, Anderson Martins e Marcelo Cordeiro; Renan, Vanderson, Ricardinho e Ramon Menezes; Marquinhos e Rodrigão.Vitória x Cruzeiro – Vantagem é do clube mineiro no retrospecto
Desde 2004 que Vitória e Cruzeiro não se enfrentam. A última vez foi pelo Campeonato Brasileiro em 2004, no Mineirão. O clube mineiro goleou por 4 a 0 e ajudou a empurrar o rubro-negro para a segunda divisão.

Pela Copa do Brasil no mesmo ano, nas quartas-de-final, o rubro-negro ganhou por 2 a 1, no Barradão, e foi eliminado com uma goleada de 4 a 0, no Mineirão.

Em 34 jogos entre os dois times, o Vitória venceu 10, perdeu 19 e empatou 5. No Campeonato Brasileiro são 22 jogos: seis triunfos do rubro-negro, 12 do Cruzeiro e seis empates. A equipe baiana marcou 28 vezes e sofreu 46 gols nos confrontos pelo Brasileiro. No geral, marcou 43 gols e levou 67.

Chuvas impedem visita ao Bonfim

Os planos do Vitória para esta quinta-feira eram visitar a Colina Sagrada e a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador, para pedir ajuda divina para a disputa do Campeonato Brasileiro, que, para o Leão, começa neste sábado, contra o Cruzeiro, no Barradão. No entanto, o mau tempo na capital baiana atrapalhou a programação rubro-negra.

Por conta das fortes chuvas que atingiram Salvador, o ônibus que levava a delegação do Vitória para a Colina Sagrada ficou preso no congestionamento, no bairro do Pirajá. Com isso, a visita acabou cancelada e será remarcada pela diretoria rubro-negra.

A busca por auxílio divino já virou tradição no Leão. O objetivo é pedir que o clube, que chegou o bicampeonato baiano em 2008, tenha um bom desempenho nas competições que disputar. Tatu deve jogar no São Caetano
Tatu e Tuta. Esta deve ser a dupla de ataque do São Caetano para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B 2008. O atacante artilheiro do Baianão está acertando sua transferência para o time paulista. Tatu chegou a ser cotado para jogar no Bahia, mas o Conquista só aceita verder os direitos federativos e econômicos que pertencem o clube, não concordando com o empréstimo em nenhuma hipótese. ( Márcio Martins)

Cruzeiro – Leandro Domingues é afastado do clube

Após desentendimento com o técnico Adilson Batista no treino de terça-feira passada, o meia Leandro Domingues foi afastado do elenco cruzeirense. A diretoria espera propostas oficiais pelo atleta para uma possível saída. Domingues tem 24 anos e chegou ao time mineiro em 2007.

– O Cruzeiro vai colocá-lo à disposição para que seja vendido. Não temos interesse nenhum de emprestar o Leandro Domingues gratuitamente para ninguém. Se ele está insatisfeito, a conduta dele foi a pior possível. Nós somos abertos ao diálogo – diz o diretor de futebol do clube, Eduardo Maluf.

O dirigente revela ainda que conversou com o jogador sobre o ocorrido.

– Eu conversei com o Leandro, ele me confirmou todos esses fatos e nós achamos por bem afastá-lo. Ele não faz parte mais do grupo do Adilson no Campeonato Brasileiro e está multado em 20% do salário – diz o dirigente, em entrevista ao site oficial.

Correio da Bahia/Globo

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Witam wszystkich!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*