Unha pode tirar Rodrigão de jogo contra o Sport

O técnico Vagner Mancini armou jogadas ensaiadas e trabalhou o entrosamento da equipe no coletivo desta quarta-feira, mas teve de fazer o trabalho sem o atacante Rodrigão e o volante Bida.


Rodrigão começou o treinamento na equipe titular, mas logo sentiu dores no pé e, atendido pelo médico Rodrigo Vasco da Gama, revelou a existência de uma unha encravada no dedão do pé direito. O atacante foi medicado, fez um trabalho à parte e ficou fora do restante do coletivo.

Os médicos afirmam que a condição de Rodrigão requer cuidados. No início das atividades desta quinta-feira, o pé do atacante voltará a ser analisado. Ele só será liberado para voltar a treinar com bola e preparar-se para a partida deste sábado, contra o Sport, caso não sinta mais dores.

Já Bida chegou ao Barradão com sintomas de uma virose, que foi confirmada pelos departamento médico. O meia também foi medicado e, após uma série de exames e um eleve trabalho de fortalecimento, foi liberado do treinamento e voltou para casa.

Para substituir os jogadores afastados, o meia Renan e o atacante Dinei foram escalados por Vagner Mancini. A ausência de Rodrigão foi sentida pelo elenco titular, que apenas empatou com os reservas por 1 a 1. Dinei, para os titulares, e Muriqui, para os reservas, balançaram as redes.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*