Sindicato tenta impedir entrada de operários na obra de Pituaçu

O início da semana de trabalho começou de forma atípica para operários da obra de reforma do Estádio de Pituaçu. Na manhã desta segunda-feira, 19, representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil Pesada (Sintepav) tentaram impedir a entrada dos funcionários. Mas, dos 480 trabalhadores, 150 conseguiram entrar no canteiro de obra.

O sindicato alega que as três empresas responsáveis pela obra – NM, PAG e Ebrae – não cumprem exigências trabalhistas, como fornecimento de fardamento completo e pagamento de Vale-transporte e ticket alimentação. As empresas negam.

Houve uma guerra de som entre sindicalistas e seguranças que tentam convencer os trabalhadores a entrar, além de empurra-empurra. A polícia foi acionada e tenta controlar a situação. Nesta tarde, às 16h, terá uma negociação entre a categoria e as empresas na sede da Delegacia Regional do Trabalho (DRT). E na terça-feira, 20, às 7h, terá uma nova assembléia em frente ao estádio.

No início de abril, os trabalhadores da construção pesada realizaram algumas paralisações como forma de protesto sobre a insatistação da categoria.A tarde

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*