Abstinência de gols acende alerta no Vitória

Um detalhe começa a preocupar o Vitória: a equipe não acertou a pontaria nos dois jogos iniciais do Brasileiro. Ataque mais eficiente no Baianão, com 66 gols, o Leão passou em branco, no Barradão, na derrota para o Cruzeiro, por 2×0, e no empate sem gols, na Ilha do Retiro, diante do Sport. Goleadores no estadual, Rodrigão e Marquinhos, com oito tentos cada, ainda não mostraram a mesma eficácia contra adversários mais fortes.

Começaram devendo e devem ficar alerta. Dinei, contratado ao Atlético de Sorocaba pelos 12 gols que fez no Campeonato Paulista da Série A-2, está na “briga” para conquistar a titularidade. O baiano da cidade de Valente estreou sábado, no lugar de Rodrigão, e deixou boa impressão. O técnico Vágner Mancini repete que no seu time não tem titular absoluto como aviso para quem tem a oportunidade e a deixa escapar.

A reapresentação dos jogadores acontece às 15h, no CT do Barradão, onde o técnico começa a preparar a equipe para o jogo contra o Figueirense, no Barradão, sábado, às 18h10. A princípio, Mancini deverá manter o time. O la-teral-direito Carlos Alberto treina normalmente desde a semana passada e não foi relacionado apenas por falta de ritmo, após cerca de duas semanas afastado por contusão. O zagueiro Marcelo Batatais, vetado da viagem, submete-se hoje a uma ultra-sonografia na coxa.

Contratações – Durante a semana, a diretoria deve anunciar a contratação de mais um zagueiro. Esse jogador virá para preencher a vaga de Rafael Santos, que, insatisfeito por falta de oportunidade para jogar, pediu para ir embora. Na saída, reclamou de o clube lhe dever dois meses de salários atrasados.

O presidente da S/A, Jorge Sampaio, no entanto, contestou o posicionamento do atleta. Argumentou estar Rafael Santos em dia com o salário da carteira de trabalho, mas não recebeu a parte complementar, chamada de “direito de arena”, porque não apresentou a nota fiscal para a contabilidade do Vitória.

Quanto a Leandro Domingues, o dirigente ficou de contatar na noite de ontem com o vice-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, e cobrar dele a posição do clube mineiro sobre a liberação. Entre o Vitória e Leandro Domingues está tudo acertado. Com informações da Correio da Bahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*