Vitória vence e assume liderança do quadrangular

FOTO tecnico Vagner Mancini. esporte clube Vitoria, ECVO Vitória entrou por baixo e saiu e saiu por cima da primeira rodada do quadrangular e está mais vivo do que nunca na busca pelo bicampeonato estadual. Com um gol de Rodrigão, aos 43min do primeiro tempo, a equipe rubro-negra recuperou-se da eliminação precoce da Copa do Brasil, na última quarta-feira, e assumiu a liderança da fase final do Campeonato Baiano, com três pontos.

No próximo domingo, o Vitória recebe no Barradão o Vitória da Conquista, que empatou em casa por 0 a 0 com o Bahia e divide a segunda colocação do quadrangular com o time tricolor. O Itabuna, com zero, é o lanterna.

O Vitória terminou a primeira fase do Estadual como terceiro colocado, com 42 pontos, seis a menos que o Conquista e oito atrás do Bahia. A campanha irregular, com seis derrotas, provocou a demissão do técnico Vadão, que ano passado havia conduzido a equipe de volta para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

Com Vagner Mancini, foi o primeiro triunfo rubro-negro no Campeonato Baiano. Em sua estréia no comando da equipe, pela última rodada da fase classificatória, o Vitória empatou com o Feirense por 4 a 4.

O resultado teve sabor especial para o meia Ramom Menezes, que completou neste domingo 100 jogos pelo Vitória. E foi ele quem deu início ao lance que mudou o placar. Aos 43min, diante do congestionamento no miolo de zaga grapiúna, ele lançou por cobertura para o atacante Rodrigão, que matou a bola no peito, livrou-se de um marcador e chutou no canto esquerdo do goleiro Vandré. Um golaço.

A equipe do técnico Ferreira ensaiou uma pressão sobre o adversário no segundo tempo. Aos 8min, Lei arriscou uma bomba de fora da área, o goleiro Ney demorou para cair na bola, mas conseguiu espalmar a bola pela linha de fundo.

Aos 36min, o Itabuna chegou a marcar, com Jânio, mas o árbitro anulou o gol e marcou o impedimento.

ITABUNA
Vandré; Diego Aragão, Emílio, Edson e Wescley (Giba); Rondinelli, Paulo Henrique, Sandro (Elisandro) e Lei; Juca e Jânio
Técnico: Ferreira

VITÓRIA
Ney; Marco Aurélio, Marcelo Batatais, Anderson Martins e Fernando; Vanderson, Marco Antonio, Ramon Menezes (Ricardinho) e Jackson (Willians Santana); Rodrigão e Diego Silva (Bida).
Técnico: Vagner Mancini

Data: 06/04/2008
Local: Estádio Luiz Viana Filho, em Itabuna
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido
Auxiliares: Belmiro da Silva e Adailton José Jesus da Silva
Renda: R$ 123.013,00
Público: 13.013 pagantes
Cartões amarelos: Ramon, Jackson, Giba e Emílio

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*