Vitória acerta com Nádson, mas aguarda aval da CBF

O Vitória está próximo de anunciar a contratação do atacante Nádson para esta temporada. O jogador, que atuou com destaque na equipe rubro-negra entre 2001 e 2003, já tem acertadas as bases salariais para voltar ao clube e depende apenas de um aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para inscrever o jogador.

Nádson defendeu o Suwon Samsung Bluewings no ano passado e conseguiu a sua liberação do clube coreano. Após a saída, o jogador já iniciou os contatos com a diretoria baiana, para voltar a atuar no Estado.

“O Nádson é amigo nosso, até já se recuperou de lesão conosco. Ele está treinando aqui desde a sexta-feira”, disse o presidente rubro-negro, Jorginho Sampaio. “Ele é um torcedor do Vitória. No ano passado, ligava para cá e acompanhava nossa campanha na Série B”, completou o cartola.

De acordo com o próprio Jorginho, Nádson tinha contrato com o Bluewings até junho de 2008, mas a equipe coreana concordou em liberá-lo do compromisso por conta de uma lesão. Agora, o Vitória depende apenas de um acerto com a CBF para definir se inscreve o jogador para o início do Campeonato Brasileiro, em maio, ou apenas a partir de julho.

“Da parte do clube e do jogador, já está tudo acertado. Agora, a gente depende da parte jurídica, da CBF e da Federação Baiana”, disse o presidente do clube rubro-negro, que retorna à divisão de elite do futebol brasileiro neste ano.

Sem poder contar com Nádson para a disputa do quadrangular final do Campeonato Baiano, o Vitória conseguiu inscrever quatro reforços para a fase decidiva da competição estadual: os recém-contratados Marco Aurélio, Ricardinho, Leonardo e Renan.

Supervisionado pelos preparadores Ednilson Sena e Jorge Lago, Nádson realizou treino físico ao lado de Rafael Santos, Carlos Alberto, Alex Santos, Marquinhos, Leonardo, Renan e Uelliton. Sondado também pelo Cruzeiro, o atacante demonstra preferência mesmo pelo retorno ao Vitória.

“Vou ficar treinando aqui e vou jogar o Brasileiro pelo Vitória. Só não fico se for para o exterior, mas espero que isso não aconteça”, brincou Nadson, que foi sondado ainda por outras equipes coreanas, segundo o jornal Correio da Bahia.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*