Vitória goleia e técnico Vadão ganha fôlego

Depois de um primeiro tempo sofrível, em que deixou o gramado do Barradão vaiado pela própria torcida, o Vitória derrotou o Itabuna por 6 a 0 e jogou para escanteio a crise que rondava o clube depois de três derrotas consecutivas pelo Campeonato Baiano.

O Vitória soma agora 22 pontos ganhos, recupera a vice-liderança e parte para o clássico do próximo domingo, contra o Bahia, embalado pela maior goleada do Baianão 2008. Já o Itabuna segue nas oitava colocação, com 14 pontos.

O Vitória fez um primeiro tempo apático. As melhores chances de gol foram criadas pelo Itabuna, aos 31min, com um chute do fora da área de Weskley, e aos 35min, quando o goleiro França entregou a bola nos pés do atacante Juca, que o encobriu com um toque sutil. A bola só não entrou porque o zagueiro Marcelo Batatais tirou em cima da linha.

Na cobrança do escanteio, Juca perdeu outra chance de abrir a contagem, ao cabecear sozinho pela linha de fundo.

Revoltados, os torcedores do Vitória vaiaram insistentemente os jogadores rubro-negros na saída para os vestiários.

A resposta veio logo nos primeiros minutos do segundo tempo, com uma goleada: aos 6min, Índio aproveitou o cruzamento de Ânderson Souza para fazer 1 a 0.

Aos 8min, Bida de cabeça fez 2 a 0 e no minuto seguinte o Itabuna perdeu o volante Diego, expulso por falta violenta em Ramirez.

O terceiro gol saiu aos 13min, quando Jackson apanhou o rebote do goleiro Vandré. O quarto veio aos 15min: Michel recebeu lançamento primoroso de Danilo Rios e fez o quarto. Marcelo Silva, aos 29min, de cabeça, e Jackson, aos 30min decretaram o placar de 6 a 0 para o Vitória.

VITÓRIA

França; Anderson Souza, Marcelo Batatais, Anderson Martins e Alessandro; Ramirez (Marcelo Silva), Vânderson (Michel), Bida e Jackson; Índio e Danilo Rios (Silvinho)

Técnico: Vadão

ITABUNA

Vandré; Alfredo, Emílio, Edson e Wescley; Rondinelli, Diego, Leandro Ceará (Jânio) e Paulo Henrique; Juca (Vagner) e Nino (Leandro Souza).
Técnico: Ferreira

Data: 20/02/2008 (quarta-feira)
Local: Barradão
Árbitro: Lúcio José da Silva Araújo
Auxiliares: Antonio César Brasileiro de Oliveira e José Carlos Oliveira dos Santos
Renda: R$ 28.652,00
Público: 3.307 pagantes
Cartões amarelos: Bida, Alfredo, Emílio, Leandro Ceará e Nino
Cartão vermelho: Diego

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*