Vadão pode deixar Vitória em caso de tropeço

Embora a diretoria garanta a sua permanência até o final do campeonato, o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, pode deixar o comando Vitória na noite desta quarta-feira, caso o time rubro-negro não derrote o Itabuna, no Barradão, na abertura da segunda fase do Estadual.

O Vitória, que ocupa o quarto lugar na tabela, perdeu as últimas três partidas que disputou, a última para o mesmo adversário desta noite. A seqüência de tropeços causou a insatisfação com o trabalho de Vadão. Sem o meia Marcos, contundido, e diante da indefinição sobre os jogadores que têm dois cartões amarelos (o técnico pode poupá-los, pois, no domingo, o Vitória enfrenta o Bahia), Vadão disse que somente vai definir a escalação do time nos vestiários. No entanto, Vadão disse que Anderson Souza será escalado na lateral-direita e admitiu o retorno de Ramirez, que ficou de fora contra o Sousa, pela Copa do Brasil, e domingo, em Itabuna, cumprindo suspensão.
Clube anuncia empréstimo de três jogadores

Disposto a reduzir o elenco da temporada 2008, o Vitória acertou nesta quarta-feira o empréstimo de três jogadores: os zagueiros Jefferson e Gabriel, além do meia Caíque.

Jefferson jogará pelo Vitória da Conquista e Gabriel defenderá o 15 de Campo Bom, do Rio Grande do Sul. Já o meia Caíque se transferiu para o Boavista, comandado pelo ex-diretor de futebol do time rubro-negro, Edinho Nazareth.

Os empréstimos, que terão duração de três meses, foram confirmados pelo diretor de futebol Renato Braz, que ainda afirmou que mais quatro atletas estão em negociações para deixar a equipe em breve, reduzindo ainda mais o grupo de atletas à disposição do técnico Vadão.Heliana Lima/Terra

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*