Bahia empata com o Fluminense e continua na liderança

Com boas defesas do goleiro Darci, o Bahia conseguiu segurar um empate por 1 a 1 precioso com o Fluminense, na noite desta quarta-feira, no Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana, pela 12ª rodada da primeira fase do Campeonato Baiano. O Tricolor segue na liderança isolada, com 27 pontos, mas vê diminuir a vantagem sobre o segundo colocado, o Vitória da Conquista, que derrotou o Feirense por 2 a 1, de virada, em casa.

O próximo compromisso do Bahia é contra o arqui-rival Vitória, neste domingo. O Fluminense joga fora de casa, um dia antes, contra o Feirense. Ambos os jogos serão no Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana.Frango em Feira

O equilíbrio marcou a primeira metade do jogo, com o Flu tendo mais posse de bola que o time da Capital. Aos cinco, Souza fez boa jogada, mas bateu para fora. O Bahia respondeu em seguida, com Pantico pegando rebote, mas chutando para boa defesa de Paulo Eduardo.

Até que, aos 18, o time de Feira de Santana fez boa jogada pela direita com Jânio. Ele tocou para Souza servir seu colega de ataque Rogélio, que limpou a bateu para as redes, abrindo o placar no Jóia da Princesa. O Tricolor reagiu rápido. Três minutos depois, em cobrança de falta ensaiada, o zagueiro Marcone bateu forte e contou com a ajudinha do goleiro Paulo Eduardo, que aceitou e engoliu um frango.

Darci salva o Tricolor

Logo na primeira jogada da etapa final, o Flu mostrou que estava disposto a bater o líder. Pior para o goleiro Darci, que teve que trabalhar dobrado. Após escanteio de Jânio, Uilton cabeceou com perigo para boa defesa do goleiro do Bahia. Aos 22, Souza teve boa chance de desempatar, mas de novo o arqueiro defendeu. E aos 27, Darci voltou a trabalhar espalmando chute de fora da área de Jânio.

Vendo o domínio do time da casa, os jogadores do Bahia começaram a apelar para as faltas, recebendo quatro amarelos seguidos. A única jogada de perigo do Tricolor no segundo tempo foi aos 36: Inho Baiano entrou na área e tocou para Elias chutar forte, mas para fora. Pouco para o time que lidera isolado o Campeonato Baiano.

FLUMINENSE
Paulo Eduardo, Nilmar, Elói, Uilton e Geovani; Gil, Germínio, Marquinhos (Michel) e Jânio; Souza e Rogélio (Lucas)
Técnico: Merrinho (interino)

BAHIA
Darci, Marcone, Cléber Carioca e Rogério; Luciano Baiano (Inho), Emerson Cris, Rivaldo, Reinaldo Aleluia (Elias) e Daniel; Pantico e Didi (Ânderson Costa)
Técnico: Paulo Comelli

Data: 20/02/2008
Local: Estádio Alberto Oliveira (Jóia da Princesa), em Feira de Santana
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jorge César Santana Borges

Público: R$ 43.140,00
Renda: 7.778 pagantes
Cartões amarelos: Uilton, Gil, Germínio, Marquinhos, Marcone, Luciano Baiano, Emerson Cris e Pantico

UOL/G1

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*