Vitória deve anunciar reforços antes do natal

Depois de três temporadas nas divisões inferiores do Campeonato Brasileiro, a torcida do Vitória espera grandes reforços no retorno à elite. No entanto, as duas primeiras contratações não empolgaram: o atacante Harley foi reserva do Bahia ao longo de 2007 e o volante Luciano Santos, titular de Coritiba e Marília nas Séries B de 2006 e 2007, respectivamente, tampouco saciou os desejos.

O gerente de futebol do clube, Renato Braz, defende a política de investimentos proposta pelos presidentes Jorge Sampaio, da S/A; e Alexi Portela Júnior, do Esporte Clube. “O Vitória trabalha com seriedade. Pesquisamos no mercado, avaliamos o potencial dos jogadores e nenhuma peça é contratada sem o consentimento do treinador Vadão”, justifica.

A possibilidade de trazer “medalhões” foi descartada. Além do custo financeiro, há risco de insatisfação no elenco, quando uns ganham muito e outros pouco, e de atraso nos salários, causas que levaram ao descenso, em 2004. “O Vitória, hoje, é uma vitrine. Temos diversos jogadores que nos procuram”, completa, citando o sucesso da política de pagar compromissos em dia, obrigação que é diferencial no futebol brasileiro. Não existe atraso de pagamentos desde que Alexi assumiu, em meados de 2005.

Antes da reapresentação do elenco, marcada para 27 de dezembro, a expectativa é oficializar entre cinco a dez novos atletas. Apesar da cautela, a tendência aponta que três ou quatro tenham um piso salarial mais elevado, na faixa de R$50 mil. “Mas não se contrata um profissional desse nível em três dias ou uma semana”, defende-se Braz. “Concorremos com Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG. O jogador sabe e se valoriza. Ouve duas, três propostas, pensa, escuta conselhos. Tudo antes de voltar a conversar”, destrincha.

“O presidente Jorge Sampaio tem o desejo de anunciar dois bons nomes até o Natal para satisfazer o torcedor que tem prestigiado a diretoria. Não é fácil, não depende apenas de nós, mas estamos trabalhando para cumprir o prazo”, afirmou. Na lista de prioridades, lateral-direito, lateral-esquerdo, zagueiro, meia e, pelo menos, dois atacantes.Correio da Bahia

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*