Pantico na mira do Bahia

Se existe um nome do Barras Futebol Club com chances de se dar bem após a campanha na Série C do Brasileirão deste ano, esse nome é Francisco das Chagas Rodrigues Batista. Ou melhor, Pantico. Alegando indisciplina, seu clube já disse que não o quer mais, e o libera para analisar as propostas que surgem de vários clubes do país. Bahia, Itumbiara, de Goiás, América e ABC, do Rio Grande do Norte, querem o jogador. Mas ainda não se sabe para onde ele vai.

O primeiro a oferecer proposta foi o Botafogo de Ribeirão Preto. Informações obtidas pelo Cidadeverde.com dão conta de que o time do interior de São Paulo ofereceu um salário de R$ 5 mil em janeiro, com progressão mensal de R$ 500 até maio, quando, dependendo do seu desempenho, ele passaria a ganhar R$ 8 mil por mês. Mas essa proposta já foi superada.

Um dos clubes que ofereceram mais dinheiro por Pantico foi o Itumbiara. Com um projeto ambicioso, a agremiação contratou o técnico Paulo César Gusmão para a temporada de 2008, e representantes já teriam vindo do interior de Goiás para conversar com o jogador.

Mas quem parece estar vindo para Teresina são representantes da Bahia. Mais precisamente do Esporte Clube Bahia. Com vaga garantida na Série B do ano que vem, o tricolor se surpreendeu com o atacante que pôs medo à Fonte Nova com mais de 50 mil torcedores, e não era tão visto quando jogava no Vitória, no primeiro semestre deste ano. A proposta do Bahia seria similar a do Itumbiara: cerca de R$ 10 mil mensais de salário.

Ainda entram na lista o ABC, que já anuncia como quase certa a contratação em seu site oficial, e o América, outro time potiguar, que renovou o contrato com o técnico Paulo Moroni, ex-Barras, até o final de 2008. Rumores de que a Ponte Preta também teria interesse no jogador não são confirmados.

Fábio Lima
[email protected]

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*