Iniciadas discussões sobre a reforma do Estádio de Pituaçu

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por intermédio da Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), está avaliando a situação do estádio para a realização de jogos de futebol. A capacidade do estádio de Pituaçu é estimada em 20/25 mil espectadores, mas esse número certamente será revisto devido à adequação ao que estabelece o Estatuto do Torcedor.

Na reunião entre os secretários, o do Trabalho pediu ao de Meio Ambiente uma manifestação prévia, do ponto de vista ambiental, sobre as possibilidades e as limitações da implantação do complexo esportivo. Segundo Vasconcelos, essa manifestação vai orientar a ação do Governo.

Ele salientou que antes mesmo das atuais circunstâncias, a Setre, via Sudesb e em parceria com a Sucab, já vinha estudando a situação de Pituaçu, inclusive analisando projetos existentes, que previam, além da ampliação do estádio, a construção de um ginásio poliesportivo. Nesse contexto, Pituaçu também poderia abrigar o conjunto de piscinas para competições oficiais, substituindo a atual Vila Olímpica.

Em relação ao complexo esportivo, existe uma emenda da bancada baiana na Câmara Federal destinando R$25 milhões para atividades esportivas. Vasconcelos acha que esses recursos podem ser destinados a Pituaçu. Numa espécie de contrapartida a essa emenda da bancada, o Ministério do Esporte já garantiu recursos para a elaboração do projeto executivo do ginásio de esportes, em 2008. Além disso, o PPA prevê R$50 milhões, ao longo de quatro anos, para a área esportiva.

Vasconcelos ressalta que todas as variáveis estão sendo cuidadosamente analisadas e será adotada a melhor solução possível para atender aos esportistas baianos.Agecom- Ba

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*