Será no sufoco! Moré reconhece que acesso do Bahia vai ser suado

Um dos ídolos da torcida do Bahia e o segundo artilheiro do time, o atacante Moré admitiu que o empate com Atlético-GO, no último domingo, por 1 a 1, em casa, confirmou que a classificação para a Série B vai ser um drama até o final desta fase decisiva. Moré, muito chateado pelos gols que perdeu, acredita que com dois bons resultados fora de casa, contra Bragantino e Barras, o Bahia pode ficar mais confortável na tabela.

“O time do Atlético é muito bom, toca bem a bola e prova que o equilíbrio é grande. A disputa vai ser forte até o fim, já que está todo mundo embolado. Se tivéssemos vencido em casa, poderíamos estar com uma posição mais tranqüila, só que o nível da série C é alto, com times competitivos e fortes. Acho que se somarmos uns quatro pontos nestes dois jogos fora podemos ficar bem”, afirmou, para depois lamentar e se desculpar com a torcida.

“Fiquei frustrado, porque a Fonte Nova estava lotada e é triste ver nossa torcida sair cabisbaixa. Só que o campeonato vai ser assim”, disse o jogador, que fez 10 gols neste Brasileiro e junto com Nonato, que não atuou por estar suspenso, formam a dupla artilheira do tricolor.

Para Moré, com 23 pontos a vaga fica garantida, mas com tantos times brigando pode acontecer de com menos pontos sobrar um lugar entre os quatro. Seu contrato com o Bahia se encerra daqui a alguns meses ele já foi chamado para a renovação, mas quer pensar nisto no final da série C.

“Meu empresário José Antônio é quem resolve isto. Acho que ele é o mais indicado para saber qual o melhor caminho a ser seguido. Adoro o Bahia, mas contrato, dinheiro, deixo com ele. Meu foco é classificar para a Série B”, concluiu Moré.

Com 16 pontos, o Bahia é o terceiro colocado do Octogonal Final, e volta a campo nesta quarta-feira, contra o Bragantino, em Bragança Paulista.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*