Hoje tem festa no Barradão

O principal objetivo deste ano do Vitória foi alcançado na terça-feira passada. De volta à elite do futebol brasileiro em 2008, depois de golear o CRB, de Alagoas, por 4×1, o rubro-negro retorna ao Barradão, no mesmo local onde mais de 30 mil torcedores aplaudiram a grande façanha da equipe na temporada que está chegando ao final. O jogo de hoje, à tarde, contra o Remo, com início às 15h (horário da Bahia) é o penúltimo valendo pela Série B e o último em casa. A finalidade é ganhar para que a festa na arquibancada e fora do estádio seja maior ainda.

Em clima festivo, o rubro-negro se despede da sua torcida, que em quase todos os jogos compareceu em grande número e inclusive quebrou o recorde de presença no Barradão em partidas oficiais. Mesmo com o dever da classificação cumprido, o Leão tem uma motivação a mais nos dois jogos que restam: terminar a competição em segundo ou terceiro lugar. Essa possibilidade existe porque a diferença de pontos para os dois primeiros colocados, Ipatinga (61) e Portuguesa de Desportos (59) é mínima. O Vitória está classificado na quarta posição, com 58 pontos. Precisará vencer os seus compromissos e torcer por tropeços dos adversários para alcançar o novo objetivo.

O técnico Vadão quer seriedade no confronto desta tarde. Ele declarou que não quer estragar a festa dos torcedores e, em função disso, não abriu mão de concentrar os atletas desde a noite de ontem. Junto com o grupo, assistiu ao compacto do último jogo em que o Remo perdeu para o Ituano, em São Paulo, por 2×1. Ele sugere que geralmente o time que consegue o objetivo com antecedência se desliga e perde na partida seguinte. “Será uma grande comemoração para a torcida, mas temos que manter a seriedade, porque não vamos estragar a nossa própria festa. O estádio vai estar lotado. O resultado é importantíssimo e não vamos relaxar de jeito nenhum. Não vamos mudar nada. Apenas temos a certeza que estaremos na primeira divisão no ano que vem”, disse. Suspenso por 30 dias pela 3ª Comissão Disciplinar do STJD, Vadão vai trocar de posição com Gersinho, que vai comandar a equipe na área técnica. Desta vez, o técnico ficará numa situação privilegiada, de melhor visão, ocupando uma cabine próxima ao campo, de onde passará as instruções pelo rádio. Comemoração rubro-negra no Barradão vai começar bem cedo

Os portões do Barradão estarão abertos ao público a partir das 13h, ou seja, duas horas antes do último jogo do Vitória, em casa, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, hoje, contra o Remo. Mas, desde cedo, uma banda de música no Bar de Juca, principal ponto de convergência de rubro-negros no estádio, tanto antes como depois dos jogos, estará “aquecendo” para o início da festa pela classificação antecipada à Série A, que promete muita alegria em toda a extensão da arquibancada. Desta vez, o preço da cerveja estará reduzido. A cervejaria parceira do Vitória diminuiu o valor da latinha para R$1. Uma banda de fanfarra também estará animando a festa do Leão.

A presença de Ivete Sangalo para abrilhantar a comemoração está bem encaminhada, assim como a da também rubro-negra Daniela Mercury. Elas, no entanto, não estão confirmadas por terem compromissos no mesmo dia. Ivete Sangalo, por exemplo, fará um show à noite, em São Paulo. Ela ficou bastante sensibilizada com o convite do amigo, o presidente Jorginho Sampaio, e ficou de tentar atrasar o embarque a São Paulo. Ela espera ter êxito. Para não se atrasar, a idéia é ela descer de helicóptero no centro do gramado, saudar a galera rubro-negra e se despedir imediatamente. Daniela Mercury também ficou de dar uma definição sobre a sua presença. A expectativa gira também em torno de outras atrações, a exemplo dos cantores Tatau, Paulinho Boca de Cantor, Carla Cristina e o compadre Washington. O assistente de marketing do clube, Erico Bastos, confirmou a presença de um trio elétrico, que ficará na área externa do Barradão e vai animar o público depois do jogo. “Vai ser uma festa muito bonita antes e depois do jogo. Todas as providências estão sendo tomadas nesse sentido”, adiantou Erico Bastos. As camisas alusivas à classificação do rubro-negro à elite do futebol nacional foram esgotadas rapidamente. O segundo lote, de duas mil camisas, teve o mesmo fim. O clube encomendou 40 mil bandeirinhas que serão distribuídas na entrada do Barradão. Ontem, na Loja da Toca do Leão, no Edifício Capemi, ao lado do Shopping Iguatemi, a venda de ingressos para o jogo de hoje foi surpreendente. Houve até um princípio de tumulto, mas logo foi contornado. Nas bilheterias do Barradão não foi diferente. Além da venda de ingressos, muitos bilhetes do programa Sua Nota é um Show, de pessoas cadastradas pelo telefone, foram trocados. O clube colocou à venda a carga de 35 mil entradas. Os ingressos de meia serão vendidos somente a partir do meio-dia de hoje. Na manhã de ontem, houve uma reunião entre Jorginho Sampaio, o presidente do EC Vitória, Alexi Portela Júnior, e o deputado federal José Rocha, presidente do Conselho Deliberativo. Os três começaram a traçar os planos para o próximo ano com o clube na Série A. O Vitória pode anunciar na terça-feira a renovação do contrato do técnico Vadão e do assistente Gersinho. As partes estão conversando, porém Vadão só quer tomar uma decisão depois da partida de hoje, à tarde. Já está decidido que os jogadores que têm contrato até sábado, coincidindo com o último jogo contra o Gama, no Distrito Federal, e que não interessam, serão liberados.Correio da Bahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*