Jóia da Princesa tem problemas de estrutura

Depois da tragédia na Fonte Nova, técnicos de segurança fizeram, ontem (27), uma vistoria no Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana. De acordo com o parecer dos técnicos, vários problemas devem ser resolvidos antes do início do Campeonato Baiano.

Engenheiros da Prefeitura, Corpo de Bombeiros e policiais militares percorreram todo o estádio para verificar, em caráter preventivo, itens de segurança, higiene, além da capacidade do estádio.

Nas arquibancadas, a vistoria pediu o aumento dos muros na parte mais alta, nas grades e também nos alambrados em torno do campo. A Polícia Militar também chamou a atenção para necessidade da instalação de postos policiais.

Foram encontradas partes de concreto e grades soltas. Nos degraus das arquibancadas, foram detectadas várias rachaduras. A vistoria também percorreu as galerias internas do estádio. Sinais de infiltração estão em várias partes. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os problemas encontrados são um sinal de alerta. Segundo a engenheira civil da Prefeitura, Maria do Socorro Moreira, não há riscos para os torcedores e os problemas são de fácil correção.

O laudo será enviado para a Federação Baiana de Futebol e servirá como certificado de aprovação para os jogos do Campeonato Baiano no estádio.Torcida apóia implosão da Fonte Nova e “veta” BarradãoO diretor da Bamor, Ricardo Fiúza, reiterou a posição da torcida organizada, que havia decidido não entrar mais no estádio após o desabamento de parte da arquibancada superior no domingo, causando a morte de sete torcedores.

“Nossa torcida fica bem no local do desabamento, então nossa torcida inteira poderia ter caído”, afirmou Fiuza. “Não admitimos jogar no Barradão, apesar de ser o único estádio que teria condições de jogo em Salvador”, acrescentou.

Fiúza coloca como possibilidades a realização dos jogos em Feira de Santana ou em Aracajú. “O Bahia já realizou jogos lá e teve muita torcida. Vamos onde o Bahia for”, prometeu o torcedor.

O Bahia também pode jogar em Salvador sem ser no estádio do Vitória. A opção é o Estádio Metropolitano de Pituaçu, que tem capacidade para aproximadamente 25 mil pessoas, mas, de acordo com Fiuza, ele também está em condições precárias. “Seria um sonho o Estádio de Pituaçu passar por uma mega reforma e ser a casa do Bahia, desde que a capacidade fosse aumentada”, declarou.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. שרות ליווי

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*