Governo admite falha na Fonte Nova e teme a sede da Copa-2014

O secretário estadual do Trabalho, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, admitiu que o Governo da Bahia tinha conhecimento dos problemas na estrutura do estádio da Fonte Nova, que teve parte da arquibancada despencada neste domingo, o que resultou em sete mortes.

“Sabíamos que havia trecho do concreto se soltando. Em janeiro desse ano interditamos 75% do estádio. A liberação se deu depois de tratamento da ferragem exposta para controlar a corrosão. Várias medidas foram tomadas no período. Havia preocupação com estrutura, mas nada que sugerisse uma tragédia dessa proporção”, declarou.

A Fonte Nova é mantida pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão do governo estadual comandado pelo ex-jogador Raimundo Nonato, o Bobô. “As estruturas do estádio serão examinadas, mas esse acidente é uma surpresa. Uma vistoria realizada no fim da gestão passada garantia que a Fonte Nova tinha todas as condições de funcionar”, disse o ex-atleta do Bahia e do São Paulo.

O temor das autoridades é que o acidente comprometa o compromisso firmado entre governo estadual e a Conderação Brasileira de Futebol de a seleção brasileira disputar na Fonte Nova um dos jogos das eliminatórias da Copa de 2010 – ainda sem data prevista.

A maior tragédia da história do futebol baiano também afeta as pretensões de Salvador sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. Até então, o governo ainda não havia decidido se pretende remodelar a Fonte Nova, demolir e reerguer um novo estádio no mesmo local ou construir em outro ponto da cidade.

Deixe seu comentário

6 Trackbacks / Pingbacks

  1. game maze
  2. istanbul escort
  3. 밤의전쟁
  4. Terry Healy Building
  5. บาคาร่า
  6. 你吃饭了吗 你多吃一点慢走我跟你讲 请问一下

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*