Só a “filial mineira” supera o Vitória no segundo semestre

Com 56 gols marcados na Série B, o Vitória só perde em poderio ofensivo no segundo semestre para o Cruzeiro, que marcou 64 vezes em 30 partidas pelo Brasileirão – média superior a 2 gols por partida -, e fez mais um na Copa Sul-Americana.

Vale ressaltar que, deste total, 20 gols foram marcados pelos ex-rubro-negros Alecsandro (9), Leandro Domingues (5) e Marcelo Moreno (6). Este último, inclusive, fez dois gols pelo Vitória este ano antes de transferir-se para a Toca da Raposa. Em 2008, a legião rubro-negra na equipe celeste ganhará o reforço do lateral-direito Apodi.

Se o desempenho do ataque do Cruzeiro no Brasileirão é notável, sobretudo pelo grau de dificuldade imposto pelos adversários, o mesmo não se pode dizer em relação às outras competições que o clube tomou parte na temporada.

A equipe foi despachada pelo Goiás logo da primeira fase da Copa Sul-Americana com um gol marcado em dois jogos. Na Copa do Brasil, foi eliminada na terceira fase com quatro gols em seis partidas. Na mesma competição, o Vitória fez seis gols em quatro jogos, quatro deles marcados em cima do Atlético-PR, à época dirigido por Vadão.

No Mineiro, o Cruzeiro fez 37 gols em 15 partidas, mas perdeu o título para o rival Atlético por causa de uma inesquecível goleada sofrida no primeiro jogo da decisão. O desequilíbrio entre os 106 gols marcados pela “filial mineira” e os 150 da matriz baiana na temporada reside justamente no Estadual. O Vitória marcou nada menos que 88 gols no fraco Campeonato Baiano.

Na Série B, o Vitória fez 56 gols em 29 jogos. Teria de marcar quatro em cima do Santa Cruz, neste sábado, para chegar à média de dois gols por partida.

Luiz Antônio Abdias, especial para o Pelé.Net

Santa Cruz x Vitória – Sair do G4 nunca mais!

O Vitória vai a Recife no Estádio Arrudão encara o Santa Cruz, que tem a melhor média de torcedores no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo assim, o time baiano só pensa na vitória para não deixar o G4. O jogo da 30ª rodada será neste sábado, às 16 horas.
E o Vitória chega embalado pela vitória sobre o Barueri, por 2 a 1. O time está com 47 pontos. Já o Santa Cruz joga precisa se recuperar dos últimos dois jogos sem vitórias – 1 a 0 para o Santo André e 2 a 2 com a Portuguesa. O Tricolor tem 39 pontos. Quanta mudança!
Em busca da reabilitação, o Santa Cruz vai totalmente mudado. O técnico Mauro Fernandes precisou fazer cinco alterações em relação a última rodada. O zagueiro Aldo volta a ser titular e fica na vaga de Josemar. Ainda no setor defensivo, o lateral-direito Carlinhos retorna de suspensão no lugar de Didão.
Assim, Didão volta a seu lugar de origem, no meio-campo na vaga de Romeu, que está suspenso. A outra mudança será um troca-troca de Amaral. O famoso está contundido e cede lugar ao genérico Amaral Pernambucano. Já no ataque, Kuki e Johnson serão os titulares nos lugares de Marco Antônio e Fábio Saci.
O técnico Vadão não terá suspensos ou machucados. Assim o treinador não modifica a equipe. Vadão está confiante e espera por uma nova vitória do Leão baiano.
“É hora de dar apoio a todos. A receita para a vitória sempre é a mesma”, disse o confiante treinador.Sábado
16 horas
Ipatinga x Fortaleza
Brasiliense x CRB
Santa Cruz x Vitória
Ponte Preta x Portuguesa
Paulista x Ituano

Clique aqui e confira a classificação da Série B!

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*