Fortaleza aumenta seqüência invicta e quebra a do Vitória

O Fortaleza não se intimidou diante do melhor ataque do Brasil e conquistou neste sábado o quinto triunfo em seis jogos ao derrotar o Vitória por 2 a 1, no estádio Presidente Vargas.

A equipe do técnico Vadão vinha de quatro triunfos seguidos como visitante. Com o resultado, o time cearense subiu da sétima para a sexta colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 46 pontos, a quatro pontos da zona de acesso, cujo último classificado é o próprio Vitória.

O time baiano caiu da vice-liderança para o quarto lugar, estacionado nos 50 pontos. Na próxima rodada, o Vitória tentará a reabilitação contra o Criciúma, no Barradão, enquanto o Fortaleza enfrenta o lanterna Ituano fora de casa. O jogo começou em ritmo acelerado. Logo no primeiro minuto, Índio recebeu a bola na esquerda, driblou um marcador, invadiu a área e chutou rasteiro.

O tiro saiu fraco e Tiago Cardoso não teve trabalho para fazer a defesa. Aos 3min, Rogerinho respondeu com um chute forte, que amorteceu em Marcelo Batatais e facilitou a defesa de Ney. A partir desse momento, os dois times passaram a sentir o forte calor de Fortaleza e o jogo ficou truncado, com pouca velocidade e raras oportunidades de gol. O Vitória chegava com facilidade até a intermediária do Fortaleza, mas não conseguia penetrar na zaga. Aos 19min, Daniel tentou surpreender com um chute de longa distância, que Tiago Cardoso, bem colocado, pegou.

Com os dois ataques bem marcados, o gol só poderia sair de uma falha individual. E foi dessa forma que o Fortaleza abriu a contagem, aos 23min, quando Bida errou um passe no meio de campo no momento em que o time inteiro do Vitória saia para o ataque. Rogerinho avançou pela esquerda e bateu cruzado. A bola ainda desviou em Marcelo Batatais antes de entrar no gol.

O Vitória aumentou a pressão no segundo tempo, mas Índio e Edílson não conseguiam levar perigo para o gol de Tiago. Com maior presença ofensiva, o Fortaleza ampliou aos 32min, novamente com Rogerinho, com um chute certeiro de fora da área. Sem alternativa, Vadão trocou a dupla de ataque titular por Adriano e Elcimar. Aos 37min, Jackson bateu falta da direita, Batatais cabeceou e Elcimar aproveitou o rebote para descontar. E foi só.

FORTALEZA Tiago Cardoso; Simão (Valter), César, Preto e Cleiton Cearense (Márcio Azevedo); Rogério, Léo, Paulo Isidoro, Cristian (Cocito) e Rogerinho; William Técnico: Zetti

VITÓRIA Ney, Apodi, Marcelo Batatais, Jean e Daniel; Vanderson, Chicão, Bida (Luiz Fernando) e Jackson; Edilson (Elcimar) e Índio (Adriano) Técnico: Vadão Data: 20/10/2007 Local: estádio Presidente Vargas, em Fortaleza

Árbitro: João Alberto Gomes Duarte (RN)
Auxiliares: Luiz Carlos Câmara Bezerra (RN) e Ubiratan Bruno Viana (RN) Cartões amarelos: Cristian, Jean, Daniel e Simão

Veja todos os detalhes do outros jogos da série B

Santa Cruz 1 x 1 Gama
Marília 2 x 2 CRB
Paulista 0 x 1 Avaí
São Caetano 3 x 3 Ceará
Coritiba 2 x 1 Santo André
Criciúma 0 X 2 Ponte Preta

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*