Sua Nota é um Show: Não há tempo para eleição direta no Fluminense

O novo critério de eleições diretas para que os clubes de futebol da Bahia possam participar do programa “Sua Nota é um Show” pode demorar ainda paras ser posto em pratica. Este é o ponto de vista do presidente executivo do Fluminense, Everton Cerqueira e do presidente do Conselho deliberativo Rubens Cerqueira. Ambos são favoráveis à eleição direta, mas acreditam que esse processo pode demorar.

A eleição direta é uma exigência do governo do estado para que os clubes possam aderir ao Programa “Sua Nota é um Show” para o campeonato Baiano de 2008. Ontem na sede da governadoria, foi assinado o contrato entre o governo do estado e a federação Baiana de Futebol. Mas para os clubes serem beneficiados terão que realizar eleições diretas para presidente.

O presidente do Fluminense Everton Cerqueira esteve presente ao evento e informou que vai acontecer posteriormente uma reunião entre o secretario da Fazenda, Carlos Martins, e os dirigentes de clubes, para esclarecer alguns pontos como a questão do voto direto. “Pelo que foi explicado, os associados vão ter direito a voto, o que eu sou a favor porque afinal de contas vivemos em uma democracia e todos que são sócios, que contribuem com os clubes tem o direito de escolher os dirigentes para administrar a sua equipe”, disse Everton.

Observação

O presidente Everton Cerqueira observa: “algumas pessoas confundem as coisas e afirmaram que o torcedor teria direito a voto, o que eu acho absurdo porque deve haver um mínimo de organização para que se possa ter direito a voto porque do jeito que foi colocado, qualquer um poderia votar e muitas vezes, nem ser torcedor da equipe”. Everton acredita que esta exigência só devera ser praticada no ano que vem.

“Pelo que entendi isso não deve acontecer agora porque não haveria tempo suficiente. As Eleições no Fluminense, por exemplo, devem acontecer nos mesmos moldes de pleitos anteriores.

por Cristiano Alves/Ed Santos

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*