Bahia precisa de técnico experiente e diretor com visão

Com meio caminho andado de Campeonato Brasileiro, ainda há tempo para fazer uma revisão no time do Bahia, que permanece contratando mal. Vejam quanto jogadores estão no estaleiro: Wellington Silva, Maikon Leite, Edigar Junio, Hernane, Allione, Armero, Yuri, Jackson, todos acamparam ou frequentemente visitam o departamento médico. 

Vários exemplos passados de jogadores que ficaram uma eternidade no estaleiro (Galhardo, por exemplo). Que me perdoem os componentes do departamento médico do Bahia, é de se questionar a recuperação demoradíssima desses jogadores, assim como foi com Ávine. Senhores, o que houve? O próprio Jackson está demorando na conclusão do tratamento e é um dos que mais frequentam o DM. 

Esse diretor de futebol do Bahia não assiste a Série B, nem Série C. Tem que procurar jogador regular que não viva sempre em estaleiros. Jorginho do Atlético de Goiás, um bom jogador, Júnior Viçosa, agora no Goiás seria um bom nome para o time. Pedro Bambu pode não estar bem agora, veterano, mas fez uma excelente Série B o ano passado. Diego do CRB, que, inclusive, já jogou no Bahia, não se machuca, muito regular nas suas atuações, e outros mais. 

Não estou dizendo pra contratar à atacado, mas observe, estude esses mercados em busca de nomes. Já não basta permitir que Gustavo Blanco fosse embora. Um jogador ágil, inteligente, lúcido, se posiciona bem em todo o campo, bom passador com passes precisos, e boa recuperação, realizando boas transições entre defesa, meio de campo e ataque. Nada contra Preto, mas o Bahia tem que contratar um diretor de futebol com visão do futebol brasileiro e um técnico com experiência em Série A. 

Presidente, na vida devemos ESPERAR E SABER ESPERAR!

Adaylton Neves de Jesus, torcedor do Bahia e amigo do Blog.