Por quê Neilton é titular no Esporte Clube Vitória?

Após constatar que o elenco não era qualificado o suficiente para disputar a Série A do Brasileirão, o Vitória voltou a se reforçar com a contratação em definitivo de Neilton, que já não tinha espaço no São Paulo, e foi devolvido ao Cruzeiro. Os valores não foram divulgados, mas Nickson, hoje com 19 anos, foi transferido para o Cruzeiro como compensação. Alguns jogos após sua ótima estreia, Neilton hoje não é mais titular no time de Alexandre Gallo e, do banco, assiste David e até um reforço recém chegado que, segundo acreditou a maioria, estava “bixado”. Entre os torcedores e a imprensa especializada o incômodo é notório. No último BaVi, por exemplo, isso ficou evidente ao observar as reações no momento em que David é escolhido para substituir Kieza, o que, na minha ótica, é um tanto quanto estranho, afinal, pelo menos até então, David rende mais do que Neilton. Ou não?

Podemos usar aqui uma avaliação “fria” dos números, como a do site especializado em estatísticas do futebol chamado Whoscored, constantemente utilizado como referência em programas esportivos da ESPN, por exemplo. Nele, David tem um “Rating” de 6.90 enquanto o “novo Neymar” tem somente 6.45. Ainda segundo esse site, Neilton não tem nenhuma qualidade classificada como “Muito forte”, sendo que David tem três dessas. Pensando que esse é um site “de fora”, e que Neilton já jogou em 4 dos “12 grandes” do país, é difícil acreditar que haja alguma “preferência” por David. Segundo o site Footstats, menino David é o quinto do time que mais desarma, ao passo que menino Neilton é o décimo sexto. 

No quesito “finalizações certas”, Neilton é o oitavo, sendo que David é o segundo. Neilton acerta uma média de 12,30 passes por jogo; David acerta 20. Tivesse André Lima numa tarde mais inspirada naquele BaVi, esse dado estaria também em favor de David, mas como futebol não vive de “se”, Neilton participou de 2 gols, com um feito e uma assistência. Já David participou de 3 com 3 assistências. Se ainda assim isso não te convenceu, busque os melhores momentos dos jogos: veja quantas oportunidades o menino da base cria em comparação com o “novo Neymar”.

Ainda advoga em favor de David o fato de ser mais novo e menos experiente. Neilton jogou muito tempo nas seleções de base, jogou no Santos e ainda cedo foi para o Cruzeiro, clubes que trabalham bem a transição base/profissional. Ainda jogou no Botafogo e no São Paulo. Neilton está em definitivo no Vitória, mas parte do valor, numa possível venda, ainda vai ficar com o Cruzeiro. Sendo que David é integralmente do Vitória, até onde eu sei. Se ainda assim não se convenceu, vamos tentar imaginar quanto ganha Neilton, quanto ganha David, e pensar no custo benefício dos dois. Ainda pesa “contra” Neilton o fato de que, para ele chegar, Nickson precisou sair. Daqui a alguns anos essa “conta” pode ficar ainda maior a depender do desenvolvimento que Nickson tiver lá em comparação com Neilton aqui.

Acredito que a contratação de Neilton foi um acerto e que o Vitória teve um bom senso de oportunidade. Acredito também que ele ainda vai melhorar seu desempenho e fazer aqui o que fez no Botafogo no ano passado. Mas, se ponha na pele de Alexandre Gallo e de Petkovic: David é mais alto, mais forte, mais rápido, desarma mais, acerta mais passes e ainda cria mais chances, e provavelmente é mais barato do que Neilton. Se fosse você, escalaria qual dos dois?

Victor Linhares Souza é rubro negro, amigo do blog e defensor da base SIM